Nova Friburgo: Wanderson Nogueira e Cláudio Damião confirmam ao Blog pré-candidaturas a prefeito. G5 também deverá indicar nome

Faltando pouco mais de um ano para o início da campanha eleitoral de 2020, o cenário da disputa sucessória municipal começa a se desenhar. Alguns nomes, por exemplo, já confirmam suas pré-candidaturas a prefeito. Casos de Cláudio Damião (PSOL) e Wanderson Nogueira (PDT).

O bancário e ex-vereador, inclusive, já montou uma coordenação que vem se reunindo regularmente para discutir as ações neste período. E, segundo o próprio Damião, o objetivo final é a construção de um projeto, um Programa de Governo. 

“Estamos reunindo pessoas e tratando de temas centrais. Ontem (sexta-feira passada) fizemos uma grande reunião – umas 80 pessoas – para falar sobre Educação”, disse, garantindo que a aceitação do seu nome nas ruas é muito positiva.

Outra pré-candidatura de oposição ao Governo Renato Bravo confirmada é de Wanderson. Ao Blog, o ex-deputado – que trocou o PSOL pelo PDT recentemente – frisou estar muito à vontade na nova sigla. “Por suas pautas, sua história e pela possibilidade de fazer um resgate do PDT raíz e somar-se à uma juventude ávida por participar”.

Nogueira confidenciou ainda estar mantendo conversas com outros partidos para uma futura coligação, além de estar trabalhando internamente pelo fortalecimento da legenda. “Especialmente da juventude e no retorno de quadros que estavam afastados, além da construção de um Programa de Governo ousado é factível”, resumiu.

O Blog também conversou com dois vereadores integrantes do chamado G5 – bloco de oposição ao Governo Municipal. Wellington Moreira (MDB) e Zezinho do Caminhão (PSB) disseram que o grupo deve indicar o nome de um membro como pré-candidato a prefeito. A discussão hoje gira em torno de um consenso.

Tanto Wellington como Zezinho preferem não apontar ‘favoritos’ neste momento internamente. Aliás, o emedebista deixou escapar que apenas a vaidade pode atrapalhar o projeto do G5. Por outro lado, o socialista disse ser quase ‘impossível’ uma chapa ‘puro-sangue’ em função da diversidade partidária.

De certo, até o momento, apenas que a oposição já deu a largada na corrida eleitoral e ao menos três pré-candidatos estarão discutindo com a população seus projetos para a cidade.