Carregando...
BrasilEstadoGeralMacaé

Na Alerj, Welberth chama de ‘calamidade’ falta de água em Macaé e Rio das Ostras e cobra providências à Cedae e ao Inea

A falta de água não é um problema novo em Macaé e Rio das Ostras. Contudo, nas últimas semanas, a questão ficou ainda mais agravada em função da falta de chuvas na região. Milhares de pessoas estão há dias sem uma gota nas torneiras.

Procurado por lideranças comunitárias de ambos os municípios, Welberth (Cidadania) levou o assunto ao plenário da Alerj. O deputado disse que, após contato com a Cedae, a empresa alegou ser a estiagem prolongada a razão da falta de água.

Na sequência, Welberth também contactou o Inea. Isso porque, cabe ao órgão a dragagem dos rios Macaé e Baião, sobretudo, nos pontos onde é feita a captação de água para abastecer aos municípios.

Segundo o deputado, a lâmina d’água, por conta da estiagem, hoje é de apenas 20 centímetros. “Os rios estão assoreados e isso impede que as bombas façam a sucção. Queremos que o Inea disponibilize a draga flutuante para realizar o serviço”, frisou.

%d blogueiros gostam disto: