Loading...
Coronavírus

Macaé: vereador cobra de secretária de Saúde esclarecimentos sobre autorização de obra no asilo em meio à pandemia

Se por um lado o prefeito de Macaé, Dr. Aluizio (PSDB), usando como justificativa o coronavírus (apesar dos números de internação e mortes não respaldarem) intensifica os ataques contra comerciantes e até pessoas que fazem churrascos, por outro empresas privadas ligadas ao setor de Saúde recebem privilégios em meio aos Decretos do Governo.

Explico: a secretária de Saúde, Deusilane de Almeida, autorizou a continuidade de uma obra no imóvel alugado pelo grupo IMNE no asilo São João Batista com o objetivo de instalar uma filial da empresa campista para oferecer atendimento aos pacientes oncológicos.

O ofício autorizando a retomada da obra foi encaminhado à Liga Beneficente São João Batista de Macaé no último dia 7. Por conta disso, Marcio Bittencourt (Cidadania) protocolou esta semana requerimento na Câmara cobrando do Governo explicações sobre a medida que beneficia a empresa de Campos.

O vereador lembrou, inclusive, o que diz o Estatuto do Idoso sobre “Expor a perigo a integridade e a saúde, física ou psíquica, do idoso, submetendo-o a condições desumanas ou degradantes”.

“Estamos vivendo um momento delicado e queremos entender o que motiva a secretária de Saúde a permitir a retomada da obra expondo os idosos a riscos e contrariando diversas medidas restritivas adotadas pelo próprio Governo no combate ao coronavírus”, explicou.

%d blogueiros gostam disto: