Loading...
Coronavírus

Macaé: TCE determina que Dr. Aluízio preste conta de atos de combate à Covid-19 e critica falta de transparência de ações

A atuação meramente midiática de Dr. Aluízio (PSDB), à frente do Governo Municipal no combate à Covid-19, ao longo dos últimos meses, chamou a atenção do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ). Isso porque, segundo o órgão falta transparência sobre contratações e compras neste período.

A conselheira substitututa, Andrea Siqueira Martins, determinou que o Governo se adeque e publique em site especifico (que sequer foi criado pela Prefeitura ao longo da pandemia) os gastos justificados por ações se enfrentamento à doença na cidade sob pena de multa diária de 500 UFIRs.

Aliás, decisão neste sentido está em vigor desde o último dia 9 de abril e vem sendo descumprida pelo prefeito. Além de não criar um site para informar a população especificamente onde o dinheiro público vem sendo aplicado, Dr. Aluízio também não o faz no Portal da Transparência, segundo o TCE.

Não é à toa que o Governo ora anuncie superlotação nas UTIs do HPM, ora recue e diga que apenas 30% dos leitos estão ocupados por pacientes de Covid-19, e na maioria das vezes escolha aterrorizar a população e mantê-la ‘refém’ dentro de suas próprias casas, tratando trabalhadores como bandidos e ameaçando fechar os estabelecimentos que insistam em abrir as portas.

Certamente, 2020 será lembrado pelo macaense como o ano mais longo da história!

%d blogueiros gostam disto: