Carregando...
Macaé

Macaé: Governo Welberth sofre primeira derrota na disputa que elegeu Cesinha presidente da Câmara. Entenda!

O dia festivo de posse de Welberth (Cidadania) como prefeito de Macaé, ganhou ares acinzentados minutos depois da solenidade. Isso porque, na sessão extraordinária para a eleição da mesa diretora que conduzirá o Legislativo no próximo biênio, uma reviravolta deixou sabor de derrota para o Governo.

Explico: desde o dia 16 de novembro, nos bastidores, a corrida pela presidência da Câmara teve início. Capitaneado pelo pai, então presidente do Legislativo e agora secretário da Casa Civil, Dr. Eduardo (Podemos), Thales Coutinho (Podemos) começou as articulações para montar um ‘chapão’.

Diversas reuniões foram realizadas – algumas na casa de Dr. Eduardo e outras com a presença de Welberth. Nas contas, até hoje, pelo menos, 13 vereadores estariam fechados com Thales. O Blog chegou a noticiar que o agora secretário da Casa Civil estava negociando cargos para garantir a eleição do filho.

Contudo, quatro ‘dinossauros’ da Câmara também começaram a se articular na mão inversa: Paulo Paes (DEM), George Jardim (PSDB), José Prestes (PTB) e Amaro Luiz (PRTB) não engoliram o fato de Dr. Eduardo querer manter o controle do Legislativo, através de Thales, e ser o interlocutor do Governo como secretário.

Derrota creditada a Dr. Eduardo

Além disso, os vereadores novatos foram pressionados pelo discurso de que as urnas mostraram o desejo de renovação na Câmara (apenas 5 dos antigos 17 vereadores se reelegeram). Assim, atrair Edson Chiquini (PSD), Rafael Amorim (PDT), Professor Michel (Patriotas) e Tico Jardim (PROS) foi questão de tempo.

Aliás, Tico acompanhou seu padrinho político e novo presidente da Câmara, Cesinha (PROS) – vereador mais votado nas últimas eleições municipais.

De acordo com o que o Blog apurou, o estopim para a mudança de Cesinha foi justamente o acordo com Dr. Eduardo e outros vereadores da antiga legislatura sobre o mais votado nas urnas ser o vereador que receberia apoio para presidir a Câmara. Mas, ao que parece, Dr. Eduardo não quis cumprir com a palavra e empurrou Cesinha para o colo de Paulo Paes, George, Amaro e Prestes.

No fim das contas, Welberth sofre a primeira derrota política como prefeito no Legislativo e vai precisar ser muito habilidoso para manter a governabilidade. Para bom entendedor o recado do plenário foi dado: índio sem apito não manda na tribo. A conferir!


Formação da nova mesa

 

Cesinha – presidente

Edson Chiquini – 1° Vice

Rafael Amorim –  2° Vice 

Professor Michel – 1° Secretário

Tico Jardim – 2° Secretário

%d blogueiros gostam disto: