Macaé: GMs envolvidos em supostos casos de agressão serão investigados e podem ser afastados dos cargos. Entenda!

Vídeos que circulam desde ontem, 11, pelas redes sociais e que mostram casos de supostas agressões envolvendo agentes da Guarda Municipal a cidadãos, serviram como base para que a Secretaria de Segurança Pública de Macaé instaurasse uma sindicância administrativa para investigar a conduta dos servidores.

Ao Blog, o secretário da pasta, Daniel Bandeira, explicou que o procedimento pode levar até 90 dias para ser concluído. Entretanto, ele espera que seja finalizado num prazo bem menor. “Se houve algum excesso, o afastamento se dará ao fim das investigações”, explicou.

Aliás, a sindicância – que pode virar inquérito – será conduzida pelo novo corregedor-geral da Guarda Municipal, Ruchester Marreiros Barbosa. O ato de sua nomeação foi publicado hoje no Diário Oficial do município.

O primeiro caso aconteceu no Centro de Convenções na fila de inscrições para o processo seletivo de agente de endemias com um candidato. Já o segundo se deu na porta do Teatro na abordagem a um ambulante e com uma cidadã que filmava o incidente e teve seu celular tomado por um GM.