Macaé: concessão de licença a posto suspeito de crime ambiental foi dada após laudo da polícia

A história envolvendo um posto de gasolina – que cometeu suposto crime ambiental – ganhou novo capítulo esta semana, em Macaé. Isso porque, segundo fontes do Blog, o prefeito, Dr. Aluízio (sem partido), deu ordem para que o caso seja apurado internamente.

Aliás, assim como o Governo, a Polícia Civil também quer ouvir servidores e secretários que assinaram o licenciamento de posto de gasolina. Eles devem começar ser chamados para depor nos próximos dias. 

O pior, no entanto, é a constatação de que a licença concedida pela Secretaria Municipal de Ambiente foi dada após o início da construção do posto e do laudo da Polícia Civil, que investiga o suposto crime ambiental. A publicação da autorização, feita no Diário Oficial, se deu no dia 13 deste mês.