Macaé: Comissão de Direitos do Consumidor da Câmara cobra respostas da Vivo sobre qualidade dos serviços na cidade

Depois de viver mais um ‘apagão’ esta semana, os milhares de clientes da Vivo, em Macaé, acumulam prejuízos com a instabilidade e ausência do sina da operadora. Por conta disso, a Comissão de Direitos do Consumidor da Câmara entrou em cena.

Segundo Robson Oliveira (PSDB), presidente da Comissão, os dias em que o sinal esteve interrompido não deverão ser cobrados – seja nos contratos pós ou pré-pagos. Neste sentido, o parlamentar enviou ofício à empresa cobrando respostas.

“Estamos cobrando à Vivo que esclareça a prestação de serviço de péssima qualidade nos últimos dias em Macaé. Também quero saber se serão cobrados os dias inoperantes. As empresas lucram milhões, mas não respeitam o povo”, reforça.