Casimiro: Antonio Marcos é condenado novamente pela Justiça e terá de pagar multa por contratar empresa sem licitação quando era prefeito

O Tribunal de Contas do RJ (TCE) condenou o ex-prefeito de Casimiro de Abreu, Antonio Marcos, a pagar o equivalente a pouco mais de R$ 10 mil por contratar uma empresa de organização de eventos esportivos sem licitação – infringindo o que reza a Lei 8.666.

Na época, entre outubro e dezembro de 2012, o evento – Showbol – custou aos cofres da Prefeitura algo em torno de R$ 650 mil. Antonio Marcos, prefeito neste período, simplesmente declarou a inexigibilidade de licitação, ou seja, decidiu contratar diretamente ao invés de abrir uma concorrência para que mais empresas disputassem a oportunidade de prestar o serviço.

Antonio Marcos, que foi preso por duas vezes em função da chamada Operação ‘Os Bastidores’ – que investiga o ex-prefeito por extorsão, associação criminosa e tráfico de influência durante o período que antecedeu a votação de contas de sua gestão em abril do ano passado – ainda será notificado da nova condenação, agora, ao pagamento de multa.